Buscando um aporte de USD 1 milhão?

foto.png

Você começou sua startup, vem batalhando no "bootstrap mode" ou até conseguiu algum dinheiro com parentes e amigos. Já obteve os primeiros resultados e animou-se a buscar dinheiro com algum investidor.

Para tanto, caprichou no powerpoint, montou uma planilha com uma projeção "conservadora" e, depois de muitos contatos, conseguiu uma reunião. Depois de muitas perguntas e sugestões, ouviu a frase: "olha, gostamos muito de sua startup, quando conseguir tração volte aqui que temos interesse em conversar."

Bom, depois disso, você voltou para casa pensando: será que isso foi uma forma educada de me dispensar ou será que realmente gostaram? Se gostaram, quanta tração é preciso na minha empresa para poder voltar para a mesa?

Buscando responder a isso, o Ash Fontana, do Angellist, fez um levantamento para identificar as métricas de tração para diferentes tipos de empresa que receberam aporte.

Os resultados, que vamos deixar claro, são apenas uma estimativa, são os seguintes:

  • Startups com soluções B2B para grandes empresas:  2 contratos de projeto piloto com alguma receita associada.

  • Startups com soluções SaaS para o mercado B2B: em torno de 1.000 usuários pagantes a USD 10/usuário/mês, ou equivalente de acordo com cada modelo de negócio.

  • Startups com foco em B2C nos modelos de e-commerce ou marketplace: em torno de USD 50.000 de receita mensal.

  • Startups com foco em B2C no modelo social 100.000 downloads/signups.

É claro que estes números são apenas uma referência, mas podem dar uma boa perspectiva de qual foi o gatilho para outras centenas de empresas conseguirem seus investimentos.

Agora é trabalhar para chegar lá.... mãos à obra!