O Fanático por Metodologia

medium_4301220090.jpg

No mês passado estive participando como mentor do Startup Weekend e me deparei com um tipo de empreendedor que tem sido cada vez comum no cenário das startups: o Fanático por Metodologias.

A conversa com ele foi muito interessante. Depois de ouvir um pitch de 3 minutos sobre uma ideia "inovadora", "disruptiva" e "original", resolvi perguntar como ele iria monetizar aquele negócio.

Ele me disse que aquela não era uma questão relevante no momento, pois de acordo com o Steve Blank, ele estava na fase de encontrar o Product/Market Fit, e como ainda iria pivotar o negócio algumas vezes, não era hora de resolver isso. Disse que segundo o Startups Genome Compass, startups que pivotam tem mais chances de sucesso.

Tentei questionar o modelo de negócio, para saber se estávamos falando de algo que fazia sentido. Ele me disse que já tinha feito o Business Model Canvas na versão do Alex Osterwalder e que já tinha usado o LeanLaunchLab para documentar tudo. Além disso, me contou que não concordava versão do Ash Maurya para o Canvas e que prefiria usar a original.

Apelei para saber quantos clientes ele tinha conseguido. Ele me disse que esta não era a métrica importante neste momento e que segundo o Dave McClure, ele estava adotando o Métricas para Piratas (AAARR). Para isso, ele já tinha feito a implementação do KissMetrics, assim estava conseguindo monitorar todos os KPIs da empresa. Disse-me ainda que esse negócio de OMTM (One Metric That Matters) não faz sentido...

Já ficando desesperado, decidi pedir para ver o produto. Ele me disse que ainda não tinha um produto,  pois de acordo com o Eric Ries, ele estava fazendo um Concierge MVP. Além disso, só depois da validação iria buscar no Techcofounder um sócio para construir o software.

Com medo que a coisa piorasse, desisti da conversa e fui embora... ainda não sei o que fará aquela startup, qual o problema irá resolver, qual o mercado irá atender e qual sua proposta de valor, mas descobri uma coisa: tem gente ficando fanática pela metodologia e esquecendo do cliente!

(crédito da foto: http://www.flickr.com/photos/mrseb/4301220090/)